Senador Cidinho Santos – PR – Mato Grosso

0

Nascimento 19/06/1968
Partido PR
Formação Superior
Profissão Administrador
Estado Mato Grosso
Filiações PR
Gastos no mandato R$ 423.909,18
Processos TCU – Acórdão n° 1940/2012 – Referente à execução de convênio celebrado entre o Fundo Nacional de Saúde e o município de Nova Marilândia para aquisição de unidade móvel de saúde. O caso foi um dos descobertos pela Polícia Federal na Operação Sanguessuga. Recorreu, mas decisão foi mantida: TCU – Acórdão nº 1445/2014. Tentou suspender na Justiça Federal o débito que lhe foi imputado, mas a decisão do TCU foi mantida: TRF-1 – Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo nº 0025836-04.2014.4.01.3400. Ainda recorre: TRF-1 – Apelação nº 0025836-04.2014.4.01.3400. 
 
  TCU – Acórdão n° 7683/2010 – Referente aos recursos transferidos ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, que objetivava o aprimoramento da qualidade do ensino fundamental. Teve embargo negado: Acórdão n° 2941/2011. Tenta anular o débito imputado pelo TCU na Justiça Federal: TRF-1 – Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo nº 0027820-23.2014.4.01.3400. Os pedidos de antecipação de tutela foram indeferidos. 
  TCU – Acórdão n° 7684/2010 – Referente à aplicação dos recursos que objetivava a conclusão das obras em escola municipal. Teve recursos negados: Acórdão n° 2492/2011 e Acórdão n° 6697/2011. Tentou suspender na Justiça Federal o débito que lhe foi imputado, mas a decisão do TCU foi mantida: TRF-1 – Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo nº 0027823-75.2014.4.01.3400. 
  TCU – Acórdão n° 486/2011 – Foi multado por desviar e apropriar-se de recursos públicos federais relativos à merenda escolar, remédios e destinados à construção de aviários. 
  TRF-1 – Seção Judiciária do Mato Grosso – Ação civil de improbidade administrativa n° 0028725-83.2009.4.01.3600 – Durante a sua gestão como prefeito de Nova Marilândia/MT a Controladoria Geral da União identificou inúmeras irregularidades na execução de programas para os quais o município recebeu recursos do Ministério da Saúde. 
  TRF-1 – Seção Judiciária do Mato Grosso – Ação civil de improbidade administrativa n° 0016495-67.2013.4.01.3600 – É acusado de violação aos princípios administrativos quando presidente da Associação Mato-grossense de Municípios por irregularidades na execução de convênios celebrados com o Ministério do Turismo em 2005. 
  TRF-1 – Seção Judiciária do Mato Grosso – Ação civil de improbidade administrativa nº 0016005-50.2010.4.01.3600 – É réu acusado de enriquecimento ilícito por fraudes em licitações para obtenção unidades móveis de saúde em Nova Marilândia (MT), no caso conhecido como “Máfia das Ambulâncias”. 
  TJ-MT – Comarca de Arenápolis – Ação civil pública n° 1509-27.2008.811.0026- É acusado de ter praticado uma série de irregularidades que implicaram em dano ao erário durante a sua gestão como prefeito de Nova Marilândia/MT: emissão de cheques sem suficiente provisão de fundos, fraude em licitações para aquisição de gêneros alimentícios, desvio de verba pública, superfaturamento do consumo de óleo diesel e contratação com empresa inidônea. 
Autoria de Leis Sem leis aprovadas
Mandato Atual Senador, MT, PR, 2011-2019
Mandatos Anteriores Prefeito Cuiaba/MT, 1993-1996 – Prefeito, Cuiabá/MT, 2001-2004 – Prefeito, Cuiabá/MT, 2005-2008

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Digite seu nome aqui